Tesão 3...

12/23/2012


Como não te amar
Se tudo que sonho está em você
Como não te desejar
Se só você sabe onde me tocar
Me ame na sua realidade
Realidade que os sonhos alimentam
Me deseje em sua plenitude
Onde te toco e nasce teu tormento
Me purifica a alma o teu amor
Te desejo tanto, e o tanto é pouco
Estais em tudo, te sinto, te toco
Me quedo triste... Suspiro rouco!
Volte a sorrir por um momento
Meu amor é teu neste instante
Envolva-me no teu aconchego
Sinta meu cheiro embriagante
Põe no tato nosso gozo profundo
Se entrega à nossa luxuria profana
Me ama, feche a porta do mundo
Cede os sentidos à mão de quem te ama
No tato, na pele, no paladar
Com desejos insanos e luxuria profana
a mão de quem ama navega
o corpo coberto em chamas




You Might Also Like

0 comentários