amor

Ela e seus pijamas...

9/28/2011

"Chegou assim de mansinho
invadiu meu cantinho
essa moça viciada em pijamas
pijama de coraçõezinhos
pijama de bichinhos
sorridente, divertida
manhosa e carente
sem poder me controlar
me encantei, por seu pijama
claro que me encatei por ela também
linda, simpática e não poderia deixar de dizer
sensual, sua blusa caía aos ombros
por sinal belos ombros, seu jeito doce
de falar manso, jeito delicado
tudo deixou meu coração derramando
de carinho, queria poder ter feito muito
mais no primeiro encontro
mas seu abraço deixou um querer
de eterno, espero encontrar mais vezes
quem sabe pra comprar pijamas
ou que seja também para tirar o pijama de você,
simples, inteligente, romãntica
assim como o pijama quanto maior
mais desenho tem...
o coração dela é enorme
só espero que nada impeça de que
eu te encontre denovo
menina viciada em pijamas..."


Dedicado a Nilcéia

amor

Banho a Dois

9/19/2011

Banho quente, molhado, suave, relaxante,
onde minha imaginação desprende-se
de meu corpo e vaga....
Banho saudável, purificador, harmonioso e erótico,
onde minha sensualidade desabrocha, desencanta...
A água quente que jorra do chuveiro
a cair sobre meu corpo eleva meu pensamento....
Desligo-me de tudo e de todos,
não mais existindo o real mas tão somente
a fantasia de tê-la junto a mim.....
Banho a dois, prazeres divididos,
massagens e carícias infindáveis,
onde um procura absorver
o máximo de prazer do outro...
Ambiente aconchegante, prazeroso,
onde toques indescritíveis procuram descobrir
cada recanto alucinante
que existem em dois corpos....
Bocas sedentas, línguas ávidas,
mãos desinibidas percorrem todos os poros,
em todos os sentidos, em todas as direções....
Gemidos abafados, sexos expostos, corpos unidos,
prazeres correspondidos, água a jorrar....
Momentos excitantes, beijos apaixonados,
entrega total, êxtase....
Hora crucial, luxúria, onde atos libidinosos
são praticados com o mais puro
dos sentimentos, o amor...
Banho quente, banho a dois,
torrentes de emoções,
onde cada ponto erógeno
é disputado palmo a palmo,
boca a boca, toque a toque....
Por fim, odores extraídos da relação,
da entrega de dois seres,
misturam-se ao perfume natural
do cômodo meticulosamente
preparado para tal ato...
Banho quente, banho a dois, sonhos realizados,
corpos satisfeitos,
restando somente o aroma de erotismo no ar


poesia

Ela pra Ele

9/19/2011

Saudades de você me flertando...
Tuas mãos pelo meu corpo passeando...
Tua língua meus lábios molhando...
Teu rosto sobre o meu roçando...
Tuas mãos descendo pelo meu corpo...
Massageando...
Meu corpo em tuas mãos relaxando...
Teus toques me excitando...
O ar quente da tua boca...
Deixa-me mais louca...
Teus beijos...
Cheios de desejos...
Teu olhar...
Diz tudo que queres falar...
Suas mãos começam me apertar...
Meu coração a te desejar...
Suas mãos macias...
Passeiam sobre mim...
Com tanta energia...
Desejando me possuir....
Pedindo-me para ser tua...
Aos poucos me deixa nua...
Acaricia meus seios...
Enche-me de beijos...
Pega-me pelo cabelo...
Leva-me a tua boca...
Beija-me de uma forma...
Falo sem querer, que te quero...
Aperta-me com mais força...
Diz que te deixo louca...
Beija-me na nuca...
Ama-me com loucura...
Domina-me com rapidez...
Sabe que te pertenço...
Que meu desejo por você é imenso...
Esqueço a timidez...
Entrego-me de vez...
Agarrando-te com força...
Apertando-te...
Sorrindo digo agora é minha vez...
Arranho você
Deixando as marcas das unhas...
Com os toques dela levo-te a loucura...
Beijo-te ...
Aos poucos....
Deixando-te mais louco...
Mordo sua orelha...
Falo-te de loucura...
Baixinho no ouvido...
Adore ouvir teus gemidos...
Desço te beijando pelo pescoço...
Seu peito...
Seu umbigo...
Provocando-te...
Minhas mãos te tocando...
Acariciando-te...
Cheio te tesão...
Joga-me no chão...
Diz que quer fazer amor no tapete...
Cheio de desejo começas me amar...
Ama-me loucamente...
Penetrando-me veloz...
Deliciosa magia sobe nos...
Continua me amando com rapidez...
Teus movimentos gostosos....
O gosto do nosso amor,do prazer...
Nos invadindo...
Que delicia sentir-te me consumindo...
Nosso amor cada vez mais gostoso...
Como mágica sinto teu gozo...
Correndo dentro de mim...
Ahh que delícia sentir...
Teu gozo...
Teu corpo...Teu prazer.
Tua loucura...Tua ternura.
Maravilhosa sensação te amar.
E ser amada por você



amor

Querer...

9/19/2011

Queria sentir seus braços
me envolvendo todinha...
me sentir acarinhada pelos seus carinhos...
me sentir frágil pertinho de voce...
deixar que meus sentidos flutuem
ao delicado toque de seus dedos...
ouvir seu coração batendo mais forte...
sua respiração acelerada e seu desejo
de me possuir...
Queria poder gritar baixinho
o bem que me fazes
e na delicia do seu olhar
me deliciar nos seus gemidos...
Queria sentir seu corpo dentro,
junto, fundido no meu e deixar
que meu gozo misture-se ao seu...
Queria poder secar seu suor
com minha boca e na volupia
e no delirio do prazer fazer e
ser feliz....
Queria voar nas asas do seu anjo
e estar pertinho de voce...
te quero todinho...
meio possessiva as vezes,
meio menina,
meio assim do jeito que sou....
Queria deixar que meus sonhos
de menina, de mulher se realizassem
com voce meu anjo...
Mas, não sou dona dos sonhos...
Apenas de mim e de meu coração...
Apenas de meus desejos...
Adoro você anjo...



desejo

Excita-me

9/19/2011


Excita-me, como só tu sabes fazer,
Desperta cada um de meus sentidos,
Cobre-me de beijos...
Lisonjeia meus ouvidos.
Provoca em mim o desejo,Altera-me até o delírio,Obsequiá-me tudo isso
Que tanto me tens prometido.
excita-me esta noite amor,
Faz que me esqueça de tudo...
Ama-me com avidez e furor...
Com paixão... a teu modo.Devora-me inteira com tua boca ansiosa,
Sejas generoso com tuas caricias,
Faz-me desfrutar como louca
Para que relembre sempre este dia.
Adona-te de meu corpo,
Inventa posições para que desfrutemos,
Delicie-se com teus lábios de meu sexo
E sentirás como se agitam nossos peitos.
Eleva-me as nuvens em teus braços,
Transporta-me ao paraíso...
Que se convulsionem nossos corpos
Quando ao orgasmo chegue contigo.


Olga Rojas

amor

Sobre Nós...

9/05/2011


Entre nós,
Se impõe o espaço vazio e vago,
Das respostas às perguntas realizadas.
Um espaço,
Do tamanho exato do silêncio.
Entre nós,
Habita o quase,
Companheiro constante.
E quase toco e acaricio o invisível,
É quase loucura, quase lucidez,É quase vida, quase morte.Entre nós,
O eco ressoa palavras de amor,
Mas comove apenas aos ouvidos
Da voz que as pronunciou.
Entre nós,
O amor...
O meu amor...
Assim tão louco, agredido e rouco de berrar,
Que não se importa que riam dele.
Este amor...
Descabelado, rangendo dentes...
Que arrepia os pelos e vivifica o coração...
Este amor...
Sem regras, embriagante e marginal...
Que ao mesmo tempo sufoca e alivia...
Este amor...
Que não dá paz!
Porque é só explosão!...
Este amor...
Pelas crianças compreendido...
E pelos loucos aplaudido em pé...
Ah!... Este amor...
Fogo cósmico que enternece os astros,
E abençoa os deuses...
Ah!... Este amor...
Caldeirão de bruxaria, forte e profundo...
Mas que, ainda assim,
Não enfeitiça e derrete você...
Entre nós,
Existe a pessoa do verbo não conjugado,
Existe até mesmo a ausência de se viver alguns verbos...
Existo eu...
Existe você...
Não se ousa mudanças...
Permaneço eu...
Permanece você...
Permanecendo assim a, suposta, atual segurança...
Então...
Ficamos sós...
Não somos nós...

dedicado a Dilza Maciel

amor

Apaixonadas e Apaixonados

9/02/2011


Preciso clarear meu pensamento
Ainda zonzo, sob a intensa luz
Do nosso fugaz e passional contato.
Se, trocamos secretas confidências
E frases e narrações de fortes desejos,
Se sôfregos elevamos nossa libido,
E depois, sob enérgico clima orgástico
Anestesiados e febris, nos despedimos
Sua súbita ida foi como o derramar
De um maravilhoso champagne
Esvaindo-se, em angústias, pelas mãos...
Queria reter as translúcidas gotas
E lambuzar-me mais com a espuma doce.
Pois, ainda que escorra pelas minhas pernas
O espesso mel da fonte da nossa devassidão,
Vibra no ar abafado o cheiro do sexo reprimido,
E as saudades são pontas afiadas de agulhas
Infiltradas, que latejam em meu coração.
Aguardo-te, a louca e plena de ansiedade.
Quero saciar os vorazes impulsos mais
Pecaminosos do meu corpo caliente,
Que penetram dos teus dedos pelos meus olhos,
Frenesi que acelera os batimentos em meu peito,
Que me faz voar, assombrada, sem sair do chão...


retirado do site de poesias

mulher

Poesia Feminista

9/02/2011

Quando nasci um anjo esbelto,
desses que tocam trombeta, anunciou:
vai carregar bandeira.
Cargo muito pesado pra mulher,
esta espécie ainda envergonhada.
Aceito os subterfúgios que me cabem,
sem precisar mentir.
Não sou tão feia que não possa casar,
acho minha cidade uma beleza e
ora sim, ora não, creio em parto sem dor.
Mas o que sinto escrevo. Cumpro a sina.
Inauguro linhagens, fundo reinos
– dor não é amargura.
Minha tristeza não tem pedigree,
já a minha vontade de alegria,
sua raiz vai ao meu mil avô.
Vai ser coxo na vida é maldição pra homem.
Mulher é desdobrável. Eu sou.







retirado do blog Pimenta com Limão