Apaixonadas e Apaixonados

9/02/2011


Preciso clarear meu pensamento
Ainda zonzo, sob a intensa luz
Do nosso fugaz e passional contato.
Se, trocamos secretas confidências
E frases e narrações de fortes desejos,
Se sôfregos elevamos nossa libido,
E depois, sob enérgico clima orgástico
Anestesiados e febris, nos despedimos
Sua súbita ida foi como o derramar
De um maravilhoso champagne
Esvaindo-se, em angústias, pelas mãos...
Queria reter as translúcidas gotas
E lambuzar-me mais com a espuma doce.
Pois, ainda que escorra pelas minhas pernas
O espesso mel da fonte da nossa devassidão,
Vibra no ar abafado o cheiro do sexo reprimido,
E as saudades são pontas afiadas de agulhas
Infiltradas, que latejam em meu coração.
Aguardo-te, a louca e plena de ansiedade.
Quero saciar os vorazes impulsos mais
Pecaminosos do meu corpo caliente,
Que penetram dos teus dedos pelos meus olhos,
Frenesi que acelera os batimentos em meu peito,
Que me faz voar, assombrada, sem sair do chão...


retirado do site de poesias

You Might Also Like

0 comentários